domingo, 17 de janeiro de 2010

    O homem na Lua?!

    Se eu estivesse vivo naquela época, eu também acreditaria na ida do homem à lua em 69. Hoje, como milhares, milhões de pessoas, estou convencido do contrário.

    A Fraude so Século está provada. No auge da Guerra Fria, os EUA tinham que dar troco à URSS que acabara de lançar Yuri Gagarin à órbita da Terra.

    A temperatura da lua varia de +107°C (dia) para -157°C (noite), nem as roupas dos astronautas, e nem os negativos das câmeras, resistiriam.

    Ausência de estrelas ao fundo das fotos é calamitosa, já que a falta de atmosfera deveria torná-las bem mais luzentes que as vistas da Terra. Variação entre sombras nunca seria possível se a incidência de luz sobre a lua fosse só oriunda do sol.

    Observa-se ainda, que a nave, pesando toneladas, não caveou o solo lunar, mas Armstrong, que pesava 70 Kg, deixou marcas. A bandeira americana tremulando, não há físico que explique.

    A proteção contra raios solares do capecete de Aldrin aberta e ele vivo é acinte. A conversa dos astronautas com a Nasa em tempo real não é possível hoje das Amérias para a Ásia.

    Nixon foi o único presidente dos EUA a vivenciar as seis supostas viagens. Mera coincidência? Por fim: a Nasa perdeu os vídeos originais. Acredite, pois, quem quiser. Hehe...

    Texto original: Genilton Vaillant de Sá, Vitória - ES
    Fonte: jornal "a Tribuna" (ES), 7 de janeiro de 2010

    1 Comentários:

    Laah... disse...

    segundo tb!!! obrigada pela espiada no blog... cara interessante mesmo o fato do home na lua... da pra desconfiar mesmo!!