segunda-feira, 29 de março de 2010

    Apenas um fato estranho

    Sem ter nada pra fazer nesse fim de semana, escrevi alguns textos bobos (ou ao menos os comecei...). Na verdade, o único que ficou pronto foi esse aí embaixo. Surgiu de idéias antigas e talvez não faça muito sentido e nem seja tão legal. Mas pretendo escrever a continuação, assim que tiver disposição para pensar...

    É isso! Aproveitem, pois vocês não terão mais nada de mim hoje (e talvez, nem amanhã).

    PS.: Por favor, Comente! Quero ter noção de quantas pessoas irão realmente ler isso. ;P

    ==========

    Certo. Não sei por onde eu começo, mas aconteceu uma coisa incrível na minha vida alguns meses atrás. Eu já quis contá-la aqui há mais tempo, mas sempre algum tipo estranho de bloqueio mental me impedia. Mas nesse momento eu sinto que posso escrever. Ou, pelo menos, ainda me lembro do que aconteceu. Talvez mais a frente vocês me entendam. Ou melhor: não vão me entender. Provavelmente irão me chamar de louco...

    Bom, era apenas um dia normal da minha vida (ou, pelo menos, o  que eu acreditava ser normal...). Acordei com a droga do celular fazendo "piii-piii-piii-piii", como em qualquer dia, quando tenho que acordar mais cedo pra ir estudar. Fui pro banheiro, escovei os dentes, lavei o rosto, e depois tomei café.

    Terminando, troquei de roupa e voltei ao banheiro, pra dar uma última olhada no espelho.

    Nesse momento, aconteceu uma coisa estranha. Fiquei sem reação por um longo minuto e não sabia se aquilo que vi era real ou não.

    No momento em que entrei no banheiro, empurrando a porta, e deslizei meus olhos da maçaneta para a pia, pude ver o azulejo da parede no reflexo do espelho, através do meu ombro esquerdo! Isso não durou mais que um décimo de segundo, mas eu vi. Tudo estava se refletido normalmente no espelho, menos o meu ombro. Ele simplesmente não estava lá.

    Foi isso que aconteceu. Tentei acreditar que foi só minha imaginação, ou um raio de luz que entrou pela báscula do banheiro.

    Lavei meu rosto novamente e saí pra escola. Dia normal, embora aquela cena não saísse da minha cabeça.

    Vejo o relógio marcando 11:30h. Hora de voltar pra casa. Arrumo minha coisas e espero o sinal bater.

    Não. Não pode ter sido verdade! Quando saí da sala, de novo pude notar uma parte de mim faltando no meu reflexo, desta vez no bebedouro do corredor (daqueles de aço inox, quase um espelho). O meu braço direito, com o qual segurava a mochila, não se refletiu. Mas, da mesma forma que antes, isso durou apenas uma fração de segundo. Larguei a mochila no mesmo instante e olhei para a minha mão. Ela ainda estava ali, sólida e intacta.

    Algumas pessoas estranharam a minha reação, já que larguei a bolsa e parei de andar no meio daquele formigueiro de alunos. Me dei conta de que estava atrapalhando a passagem, peguei meu pertence pela alça e andei rápido para fora da escola.

    Mas que droga é essa, que estava acontecendo?!

    Durante todo o dia, tive medo do meu reflexo. Mas não aconteceu como esperava e, em todas as vezes em que me via no espelho, lá estava eu, com todas as partes no lugar. No dia seguinte também. Pensei que não havia nada de errado comigo e comecei a acreditar que foi apenas coisa da minha cabeça.

    Mas, verdade ou não, foi estranho e isso é fato! E eu não sabia o porquê de ter acontecido e nem se isso aconteceria novamente algum dia...

    ==========

    7 Comentários:

    Eduardo Rolim disse...

    "I see dead people", someone said ...

    John disse...

    Não tem pessoas mortas na história. O máximo que eu planejei foram pessoas num tipo de "estado de animação suspensa"... Haha! :P

    Lorrαne રodrιguez disse...

    Oii, passando por aqui pra agradecer a sua visita ao lorrane Space. Sempre que quizer voltar será bem-vindo. To seguindo, beijos!

    Jefferson Saavedra disse...

    Fala manow aterrisei aqui por acaso e gostei do seu post. Será que vc não se lembra de ter sido mordido por algun morcego nos últimos meses??? Vai ver vc está se tornando meio vampiro. rsrsrssr. Bom gostei do seu blog e vou visitar mais vezes pois tbm sou fã de rpg. Até outra vez e visite meu blog. http://www.blog.jspinformatica.com.br

    Roquenrow disse...

    Aee John!
    Feliz Páscoa também cara.
    Abraaço.
    o/

    Carlos Henrique disse...

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk, criatividade ta boa heim

    Cogu Cogumelo disse...

    Hummm... Ta ficando feia a coisa pro seu lado ein? rsrs.

    Louco xD