segunda-feira, 12 de setembro de 2011

    Sonho lúcido #05

    Esse foi bem interessante também, hehe. Uma coisa diretamente relacionada aos sonhos lúcidos é a paralisia do sono. Resumindo, uma certa substância faz com que seus músculos sejam impedidos de se mover, enquanto você estiver dormindo. Caso contrário, num sonho em estado de sono profundo, você sairia andando pela casa... Bem, esse estado de paralisia do sono pode ser induzido, fazendo com que o seu corpo "adormeça", enquanto sua mente continua funcionando.

    Uma vez paralisado, é muito comum ter alucinações, que geralmente são como pesadelos. Pode ser uma experiência muito desagradável. O lado bom nisso é que manter a calma e vencer as alucinações pode se tornar uma porta de entrada para um belo sonho lúcido... É o que estou tentando, nos últimos dias, embora não esteja obtendo muito sucesso. (E se algum onironauta achar que expliquei errado, por favor comente...)

    Mas pra quê eu expliquei sobre isso? Bem, vamos ao sonho desta noite! ;D Tudo começou num sonho normal, que tive quando já havia amanhecido. Estava num tipo de festa com a minha esposa. Houve um momento em que eu vi ela numa especie de varanda e fui correndo até onde ela estava. No caminho havia um corrimão ao redor de um buraco no chão. Pulei por cima do corrimão e caí no buraco, que parecia não ter fundo. Cheguei a imaginar que ia morrer... Neste momento, percebi que estava sonhando. Eu caía na escuridão e conseguia ouvir minha esposa gritando desesperada, por eu ter caído: "Não! Jonatas! Jonatas!". Foi triste...

    Eu disse uma vez que acordo fácil quando sonho que estou caindo. Desta vez foi diferente, porque estava caindo em um buraco sem fundo. Então, não acordei com um salto na cama, como sempre faço. Sabia que ainda estava na minha cama, com o corpo completamente paralisado, pronto pra tentar mais uma vez a entrar num sonho lúcido. Me concentrei um pouco e tentei esvaziar a mente, pensando somente em perceber quando já estivesse sonhando. Passado meio minuto, mais ou menos, desejei me mover, e percebi que estava abrindo os olhos (na vida real).

    Rapidamente os fechei, sem me mexer, e "meditei" de novo. Um tempo passou e percebi que estava de barriga pra cima, sendo que estava dormindo de barriga pra baixo. Percebi que já estava sonhando e testei, desejando me sentar. Quando sentei, pude ver eu mesmo deitado na cama, do meu lado. Isso é normal em sonhos provenientes da indução da paralisia do sono.

    O quarto estava escuro. Sonho lúcido, por enquanto, é sinônimo de experiências pra mim. Tentei atravessar minhas mãos na parede, mas não consegui. Me levantei e fui em direção à porta. Segurei a maçaneta e desejei que houvesse um quarto claro atrás da porta. Abri ela e ainda estava em um lugar escuro. Segui pelo corredor e percebi que estava na casa onde morava quando tinha uns 11 anos de idade. Aquela casa sempre me deu medo, depois que nos mudamos de lá e ela ficou abandonada.


    Me apressei pelo corredor e fui até onda sabia que era o outro quarto, que tinha uma janela grande, por onde poderia sair voando. Cheguei até a janela, com uma sensação horrível de perigo. Quis sair voando por ela, mas as árvores do jardim me impediam. Pulei e saí correndo pra estrada, em frente a casa, ainda com a mesma sensação ruim. Quando olhei pra trás, descobri que estava sendo seguido. Era eu mesmo, com uns 11 anos de idade! o_O

    Ele tinha uma expressão de raiva no rosto. Ele começou a tentar segurar e puxar meus braços, enquanto eu tentava me afastar. Então eu parei e tentei puxar ele também na minha direção dizendo: "Pára! A gente é mesma pessoa! Vem cá. Me dá a mão. Fica calmo!", mas não adiantava. Eu fiz força pra acordar, tentando abrir os olhos. A imagem do sonho se misturou com a imagem da parede do meu quarto. E a sensação de estar segurando o garoto se misturou com a de sentir a cama em baixo de mim. Estava meio sonhando e meio acordado...

    Mas não acordei! Não vi outra forma de continuar sonho (ou pesadelo) e saí voando. Voei muito rápido, tentando ir pra outro lugar. Mas era sufocado pela sensação de que o outro eu ainda estava me seguindo, voando também. Foi muito ruim. Sem mais nem menos, senti um baque forte nas costas, como se ele tivesse me alcançado. Então acordei, com minha esposa me abraçando por trás e perguntando: "Tava sonhando? Você tava se mexendo...". :P

    É. Eu estava sonhando... O interessante neste sonho foi que por três vezes as sensações de sonho e realidade se misturaram. A primeira, quando eu me sentei na cama e não sabia ao certo se estava sonhando ou se estava sentando de verdade. Depois, quando tentei acordar e não consegui. E ainda quando minha esposa me abraçou e achei que estava sendo agarrado no sonho...

    6 Comentários:

    Wanderley Elian Lima disse...

    Acho que você está usando droga kkkkkkkkkkkk
    Bjux

    Vindemiatrix disse...

    The Matrix has you!

    Nossa, nunca cheguei a esse estágio de sonho lúcido. Deve ser algo realmente atordoante, principalmente quando você sabe que está sonhando, mas as vezes parece que está acordado.

    Já aconteceu uma vez comigo de eu precisar levantar cedo pra ir pra faculdade, e eu tinha ido dormir umas 4h da manhã. Então, deu a hora e eu levantei, escovei os dentes e quando fui tomar banho, não saía água. Achei que tinha acabado no meio da madrugada e quando fui acender a luz, nada de luz. Foi então que eu voltei no quarto e me vi deitado na cama ainda.

    Tipo, eu precisava estar acordado umas 8h mas no final das contas, acordei umas 09:40 por causa disso. Um tipo de sonho que vc sonha pq seu corpo ainda precisa dormir. Eh mto estranho!

    Márlon Jatahy disse...

    Bom pra caramba heim John! Tais com uma frequencia bem alta de sonhos lúcidos! E em tão pouco tempo.
    Seria interessante relatar um pouco da tua rotina pra gente.
    Como tu faz teus reality checks? Faz exercícios? Voltou a desenhar?

    Quanto ato teu "Eu" te perseguindo, eu não deixaria de pesquisar um pouco sobre os arquétipos de Carl Jung.
    .
    Talvez tentar desvendar a causa disso ter conseguido te incomodar e amedrontar justamente num sonho lúcido companheiro!
    Parabéns pelo sonho lúcido!

    John disse...

    Hehe, Eduardo. Uma vez eu jurei que tinha ido ao banheiro durante a noite. Mas a luz não acendia também. Só me dei conta de que sonhei isso, quando acordei de manhã... :P

    Márlon, vou fazer um cometário amanhã no seu blog... Não tou com tempo agora. =/

    Valeu pelo interesse de vocês!

    Miss Murder disse...

    Sabes hoje vou tentar ter um sonho assim lúcido, espero ser bem sucedida, fico sempre com vontade de ter um depois de ler os teus.

    José Carlos disse...

    Sim, é um post de aniversário, sem muita vontade minha de o extender xD

    Muito Obrigado!!

    A propósito de sonhos lúcidos, há dias em que tenho dificuldade em acordar por causa dos sonhos, mas chego a acordar várias vezes e a voltar a adormecer, sempre com sonhos diferentes em cada intervalo de sono... há alguma explicação para isso?