domingo, 25 de setembro de 2011

    Sonho Lúcido #08

    Tive mais um sonho lúcido nesta noite. :D Não me lembro bem do sonho normal que tive antes de ficar lúcido, mas estava encima de um carro, atirando em outros, como num joguinho de videogame, tipo um Space Invaders. Tinha até o barulhinho polifônico dos tiros... Os carros explodiam e passavam pegando fogo do meu lado. Então percebi que era um sonho. O carro parou e eu saí de dentro.

    Então eu estava na Rua de Lazer da minha cidade (um dia desses, eu até comentei com um amigo que eu queria sonhar que estava na rua, porque deveria ser legal ver os prédios no sonho). Eu fui andando pela rua e me surpreendi pelo nível dos detalhes. As flores na calçada, as cadeiras dentro dos restaurantes, os turistas andando pra lá e pra cá. Decidi olhar para as minhas mãos, e outra surpresa: elas não estavam deformadas! Todos os dedos estavam perfeitos e eu podia ver até as ranhuras naturais nas palmas...

    O interessante é que nem precisava "fazer força" pra me manter sonhando. Eu relaxei e aproveitei o sonho, andando pela rua. Estava tudo muito nítido e sereno. Tinha uma sensação muito boa. :) Eu me lembro de ter pensado algo como "será que conseguiria me encontrar com um anjo ou com Deus em um sonho?". Foi só um pensamento. Me lembro que o cenário escureceu. Não por eu estar acordando, mas porque a noite chegou do nada...

    Eu saí correndo e voei alguns passos depois. Engraçado que a partir daí eu me lembro do que aconteceu, mas não tenho certeza da minha lucidez. Parece que o restante do sonho voltou a ser normal. Não sei se foi isso mesmo. Eu voei baixo até chegar a um cais. Havia água em volta (duh!) e a cidade ao fundo não era mais Domingos Martins. Tinha um monte de luzes piscando, desfocadas pela distância.


    No meio do cais havia um homem de terno. Eu comecei a voar em círculos em volta dele. Ele parecia me dar uma espécie de sermão bíblico, ou alguma lição importante. Mas não me lembro do que disse. Depois saí voando novamente. Pude me ver em terceira pessoa, pegando altura e depois indo pra longe. O voo teve direito até à fumacinha, como o Nathan na série Heroes, hehe... Aí não me lembro mais de nada.

    Só depois de acordado, e ir lembrando aos poucos o meu sonho, é que me dei conta de que tinha me perguntado se poderia me encontrar com algum ser divino, e logo depois me deparei com alguém me dando um sermão... Coincidência? '-'

    9 Comentários:

    Vindemiatrix disse...

    As vezes me pergunto se esses sonhos com altos níveis de detalhes, que nítidamente não estamos deformados, são realmente sonhos ...

    Já tive um, e eu não conseguia usar minhas habilidades oníricas ...

    John disse...

    Hehehe... Deve ser meio sufocante, querer acreditar que se está sonhando mas não conseguir provar para si mesmo... :P

    Miss Murder disse...

    Eu acho que esses sonhos já estão mais para premonição ou assim.

    Cízz disse...

    Cara! Esse negócio de sonho lúcido está infectando todo mundo! oO Sabe, quando vc falou aqui pela primeira vez eu sai pesquisando para saber mais sobre. Daí contei para minha mãe como era isso e ela disse que era mentira. Eu comecei a tentar, então certa noite eu sonhei e queria ter certeza se realmente era um sonho. O que fiz? Me lembrei do concelho "Olhe para mãos", e eu tinha duas mãos direitas oO Sakei que tava sonhando e fiz o que queria! #party! 0/
    Então sai espalhando e contei para minha irmã. Dias depois ela sonhou e fez o mesmo e viu que tinha apenas quatro dedos na mão oO
    Acho esse assunto super interessante!
    *será um novo T-virus?* :DD
    Bejo X

    John disse...

    Pois é, Miss Murder... Qualquer hora dessas acabo achando algo que não quero no meio de um sonho... D:

    Huahuahua, Cízz. Que legal que você e sua irmã conseguiram! *--* É muito bom sonhar desse jeito. Assim que conseguir de novo, tente voar! É demais! E eu acho que tá mais pra uma Matrix, (sem cabos enfiados no cérebro) hehehe...

    Ditto disse...

    Quando eu tenho sonhos assim eu paro e desisto para voltar a sonhar normalmente, senão eu acordo =\

    Gessy disse...

    Sonhos lúcidos são ao mesmo tempo os melhores e os piores, pura contradição mas não me pergunte o porque, algum dia entenderá o que eu digo.
    Já tive sonhos assim, mas nem lembro muito, sabe? Minha mente se "desfragmenta" muito.
    Mas, diga-me, esse seu sonho lúcido foi daquele em que você consegue controlar as coisas? Onde você consegue se vê e ao mesmo tempo realizar certa ação? Cara, esses são terríveis... Tente apenas imaginar o que uma mente inescrupulosa (que não é o caso da minha... ou não!) não poderia fazer em tal sonho. Imagine agora então, se depois tal pessoa descobrir que não foi um sonho...
    hahahahahahah!
    Nem reli o que acebei de escrever, sorry! (:

    Hugs!

    John disse...

    Sim, Gessy. Dá pra controlar perfeitamente as ações dentro do sonho.

    Hahaha... Embora esse tipo de sonho dê uma sensação muito grande de realidade, acho que não chega ao ponto de a pessoa confundir com o mundo real (pelo menos uma pessoa normal, né Vindemiatrix? Huahua...).

    Há vários meios de você "testar" se está em um sonho. Por exemplo, o método mais simples: olhar para as mãos, durante o sonho. Quase sempre elas estarão deformadas! :)

    Eu não acho horrível ter esse tipo de sonho e, inclusive, estou tentando me aperfeiçoar, me induzindo a ter esses sonhos com mais frequência. *--*

    Gessy disse...

    Que coisa, ein? rsrs
    E aquele sistema do beliscão para ver se está sonhando mesmo? Não creio que ele funcione de fato.

    Quando eu dormia 14 horas por dia estava quase me aperfeiçoando nesse tipo de sonho, agora que essas horas caíram para menos da metade, por motivo de força maior, infelizmente não pude continuar com a experiência... rs